Resistência à insulina e obesidade

Você já ouviu falar sobre resistência à insulina? Se sim, sabe muito bem que ela antecede o diabetes e está relacionada à obesidade, hipertensão arterial e outras doenças cardiovasculares.

Como? Vou explicar. 

O nosso corpo gasta e armazena energia o tempo todo. É isso que nos mantém vivos. 

Se nutrirmos o nosso organismo com a quantidade certa de nutrientes, dificilmente teremos problemas, mas se nossa dieta é desequilibrada, ocorre o acúmulo de gordura e esse acúmulo é o que provoca a obesidade, precedente de diversas doenças, entre elas o diabetes.

E qual é um dos primeiros sinais de diabetes? A resistência à insulina.

O que é resistência à insulina?

Com o consumo exagerado de alimentos e açúcares, o nosso pâncreas começa a trabalhar com sobrecarga, produzindo mais insulina do que é capaz. 

Com o tempo, a “conta chega” e infelizmente, a produção se torna defeituosa e mais açúcar do que é necessário vai para nossa corrente sanguínea, que é o que chamamos de hiperglicemia. 

Esse açúcar que não é eliminado acaba se acumulando em forma de gordura ou afetando outros órgãos e dificultando diversos processos, como por exemplo, o emagrecimento. 

Resistência à insulina dificulta o emagrecimento?

A resposta é sim. 

Quem tem essa resistência acaba tendo um maior acúmulo de gordura e possui dificuldade para emagrecer, já que o corpo não consegue eliminar muito bem esse excesso. 

Resistência à insulina é um prelúdio ao diabetes, mas pode até mesmo ser curada se diagnosticada a tempo e tratada da forma adequada.

Sinais e sintomas de resistência à insulina

A resistência à insulina é mais comum em pessoas que estão acima do peso e seus sintomas se apresentam na dificuldade em emagrecer e na presença de pigmentos escurecidos ao redor do pescoço.

Obesidade

A obesidade é o acúmulo excessivo de gordura corporal e claro, sua causa principal é a alimentação desequilibrada. 

Veja que eu disse alimentação desequilibrada e não qualquer outro termo. Pois, é possível sim que alguém venha a engordar por comer muito, mas principalmente por comer de forma desregulada e com poucos nutrientes, o que faz com o que o corpo trabalhe em caráter de sobrevivência, guardando energia. 

Não adianta nada comer pouco e comer errado, é preciso comer bem, nas horas certas e com plena variedade de alimentos saudáveis e naturais para evitar a obesidade.

Além disso, a obesidade é evitada com uma rotina de exercícios. Pois é preciso haver um equilíbrio entre calorias ingeridas e calorias gastas. Se nosso corpo não está em movimento, ele gasta o necessário para manter o corpo funcionando.

Outros fatores que contribuem para a obesidade, são:

  • Fatores genéticos;
  • Metabolismo lento;
  • Alterações hormonais;
  • Estresse;
  • Compulsão alimentar.

O diabetes também é a raiz de inúmeros problemas, como a pressão alta e o acidente vascular cerebral.

Diabetes

Diabetes é uma doença crônica e significa a elevação dos níveis de açúcar no sangue de forma constante, pois o pâncreas não consegue mais regular e produzir os níveis de insulina.

Essa elevação dos níveis de açúcar existente na nossa corrente sanguínea ocorre quando o pâncreas, órgão responsável por quebrar e enviar a substância para o corpo, não consegue regular e produzir a quantidade necessária de insulina, hormônio que controla esses níveis de açúcar. 

Como prevenir

 

Para prevenir as doenças acima é necessário uma série de pequenas atitudes que fazem toda a diferença, é que muitas vezes são negligenciadas na correria do dia a dia. Sabe aquela coisa de “deixar para amanhã”? Pois é, isso não pode acontecer mais.

  • Exercícios físicos regulares; 

Não precisa ser nenhum atleta, mas só de caminhar e mover o corpo, você já estará gastando energia.

  • Alimentação equilibrada;

Comer bem não significa comer em excesso e nem se privar dos pequenos prazeres, mas é preciso disciplina. No dia a dia, prefira alimentos naturais e feitos em casa. Evite óleos e gorduras processadas, prefira suco a refrigerante, etc.

  • Beba água.

Água ajuda a não sobrecarregar os seus órgãos e a eliminar toxinas e substâncias que seu corpo não precisa mais. Ou seja, é um verdadeiro aliado na sua saúde. Beba 2 litros de água por dia e mantenha-se sempre hidratado. 

Obesidade e resistência à insulina estão intimamente conectadas, uma sendo a causa de uma e complicação da outra. Por isso, é preciso estar atento aos sinais e procurar orientação médica sempre que possível. 

Outras Publicações

Trombose intestinal - Dr. Bruno Carvalho Angiologia e cirurgia vascular

Trombose intestinal

Trombose é o surgimento de coágulo nas veias ou artérias que impede o fluxo sanguíneo e como já relatado anteriormente neste mesmo site, pode surgir

Leia Mais »
× Agende sua consulta