Salvamento de Membro

A angioplastia de membros inferiores é uma espécie de cirurgia minimamente invasiva, que serve para desobstruir as artérias dos membros inferiores. 

É realizada através da punção na parte superficial do corpo, ou seja, a pele, com o auxílio de cateteres e stents (próteses endovasculares). É um dos tratamentos indicados para salvamento de membro, que nesse caso, serão as pernas.

Quando é recomendada?

Esse procedimento é indicado nos casos de pacientes onde o tratamento clínico, como o uso de medicamentos, não é mais suficiente para controlar os sintomas das obstruções nas artérias. Quando é o caso de intervenção cirúrgica, a angioplastia pode ser uma das soluções para resolver a obstrução das artérias, para que ocorra o salvamento do membro.

Os sintomas mais comuns de doenças como aterosclerose e tromboses, são: a sensação constante de peso nas pernas, formigamento, queimação ou dor na parte de trás da panturrilha, principalmente ao subir em rampas, escadas ou morros. Esses sintomas apresentados de forma constante já podem ser um sinal da necessidade de intervenção cirúrgica.

Quando a aterosclerose estreita as artérias periféricas devido às placas de gordura que se acumulam nelas, o médico vascular pode indicar esse procedimento. Mas, para que isso ocorra, é necessário que a forma do estreitamento seja favorável para a execução do salvamento de membro.

O objetivo da angioplastia de membros inferiores, nesse caso, é amenizar a diminuição do fluxo sanguíneo nos membros afetados pela doença (isquemia). Esse procedimento melhora a circulação sanguínea e ainda ajuda a prevenir – ou amenizar – riscos de outras complicações, como a trombose arterial, amputação e gangrena.

 

Como funciona a angioplastia de membros inferiores?

Ela é realizada através de imagens radioscópicas, podendo ocorrer na mesma sala de cirurgia que ocorrem as angiografias diagnósticas. Utilizam-se agulhas especiais para punção da pele até a artéria, geralmente na região da virilha,  e cateteres que irão auxiliar na navegação dentro do sistema arterial até o local onde é necessário o tratamento.

O tratamento de desobstrução é realizado através do posicionamento de uma espécie de balão dentro da placa, este balão é insuflado, afastando as placas e restabelecendo o fluxo dentro da artéria. Para manter essas placas afastadas, pode ser usada uma espécie de malha de metal, conhecido como stent, que irá permanecer no local mantendo o mesmo aberto. 

Falando um pouco mais sobre o stent, ele é uma prótese em formato cilíndrico, que são colocadas através do cateter. Uma vez posicionada no local que está obstruído, ele é expandido através do balão para que o fluxo sanguíneo flua normalmente outra vez, já que “esmaga” a placa de gordura que impedia a circulação sanguínea.

Embora pareça um procedimento muito complexo, a angioplastia de membros inferiores é relativamente simples para o paciente. Além disso, é um método muito eficiente para o salvamento do membro que está com o fluxo sanguíneo afetado devido às obstruções. 

Outras Publicações

Salvamento de Membro

A angioplastia de membros inferiores é uma espécie de cirurgia minimamente invasiva, que serve para desobstruir as artérias dos membros inferiores.  É realizada através da

Leia Mais »
× Agende sua consulta