Saiba o que causa varizes nas pernas

As varizes nas pernas, também conhecidas como veias varicosas, são aquelas veias destacadas e dilatadas e tortuosas que aparecem nas pernas e pés, geralmente acompanhadas de dor, câimbras e inchaço, entre outros sintomas. 

 

Mas como realmente elas surgem? Existem remédios ou tratamentos para acabar com as varizes nas pernas? É sobre isso que iremos falar neste artigo, continue a leitura e tire todas as suas dúvidas. 

 

As varizes

 

Acompanhadas ou não de queixas de má circulação e dores nas pernas, as varizes levam inúmeros pacientes aos consultórios. Seja pela questão estética ou pela preocupação de que elas sejam um sinal de algo mais grave.

 

As artérias levam o sangue para todo o corpo humano e as veias são responsáveis por retornar esse sangue ao coração, para que o ciclo continue. No entanto, veias danificadas não conseguem, literalmente, trabalhar contra a gravidade e acabam fluindo o sangue para trás, o acumulando nas veias e causando as varizes nas pernas.

 

Entenda melhor: Em cada veia existe uma espécie de válvula que, quando o sangue sobe por ela, ela se fecha e impede que o sangue retorne devido a ação da gravidade. O sangue que está nos pés e pernas, percorre um caminho mais longo para chegar até o coração, e quando esse caminho está comprometido, ele empoça (acumula), e se não tratado adequadamente, pode causar a longo prazo problemas mais graves como úlceras e até mesmo trombose causará problemas mais graves a longo prazo: úlceras e até mesmo trombose. 

 

Diferentemente das telangiectosias, conhecidas como vasinhos ou arainhas, que tem espessura pouco maior que um fio de cabelo, as varizes apresentam cor azulada ou esverdeada e são, em sua maioria, protuberantes na pele sendo mais frágeis a machucados e facilmente perceptíveis ao toque. 

Sintomas

Muitas das varizes que surgem são assintomáticas, ou seja, não apresentam nenhum sintoma funcional além do visível desconforto estético. Porém, elas devem ser examinadas através do ultrassom (Doppler) e exame clínico, para que seja possível estabelecer um nível de acometimento e predisposição para que estas varizes evoluam para uma doença venosa crônica. 

 

Quando há sintomas, eles geralmente são: 

  • Queimação nas pernas ao andar;
  • Desconforto;
  • Sensação de cansaço e peso nas pernas;
  • Inchaço.
  • Câimbras 

Tais sintomas, quando surgem, dificultam a vida de quem os possui e é muito comum que, para evitar a dor, os pacientes deixem de lado as atividades físicas. Sendo que, na verdade, o recomendável é que não se percam os hábitos saudáveis, uma vez que uma vida ativa, com caminhadas e outros exercícios que estimulam a musculatura dos membros inferiores ajudam a pressão venosa cair, aliviando as paredes das veias e suas válvulas.

 

Dica: Meias de média compressão podem ser grandes aliadas, pois ajudam o sistema venoso a levar o sangue de volta ao coração, com menos pressão nas veias, aliviando as dores.

 

As causas das varizes nas pernas

As causas das varizes nas pernas estão relacionadas a dois fatores principais, o envelhecimento natural do corpo humano e a predisposição genética. 

 

Com o tempo, o nosso corpo vai envelhecendo e as veias perdem sua elasticidade, provocando sua dilatação e enfraquecimento.

 

Mais comum nas mulheres, as varizes tem forte influência hormonal e suas variações durante as varias fazer do ciclo menstrual, gestação, menopausa, e uso de aço, mulheres que engravidaram mais de uma vez estão mais predispostas a ter varizes, já que o sangue aumenta de volume e ocorrem alterações hormonais para o desenvolvimento do feto. 

 

Outros fatores de risco, são: 

  • Obesidade;
  • Alcoolismo;
  • Tabagismo;
  • Sedentarismo;
  • Dieta inadequada.

A obesidade é outro fator de risco pois, com o aumento do peso há uma pressão adicional às pernas, causando maior dificuldade no fluir do sangue, seja por estar muito tempo sentado ou muito tempo em pé. 

 

Pessoas que trabalham de salto alto ou que ficam por muitas horas em uma mesma posição, sem movimentar a musculatura dos membros, também estão propensos a apresentar varizes já que sobrecarregam o sistema de retorno venoso. 

 

Dica: Para quem trabalha muito tempo em uma mesma posição, o recomendável é, sempre que possível, retirar os sapatos e massagear a região das pernas, panturrilha e tornozelo, além de realizar exercícios que estimulem a circulação, como por exemplo: caminhar, se elevar nas pontas dos pés, movimentos circulares dos pés, etc.

 

Inchaços são frequentes em casos de varizes e se não tratados, podem comprometer a nutrição da pele e circulação do sangue, gerando úlceras difíceis de cicatrizar.

 

Tratamentos

Varizes não têm cura, o que existem são tratamentos que retiram as veias que foram danificadas ou que as ‘queimam’, impedindo que por elas circulem sangue novamente. 

 

Existem diversos tipos de técnicas cirúrgicas que tratam as varizes (laser, radiofrequência, retirada mecânica das veias, etc). Porém, a técnica que será escolhida para tratar as varizes nas pernas é sempre de responsabilidade do seu médico vascular, afinal, só ele terá o conhecimento para realizar o diagnóstico, acompanhamento e tratamento da enfermidade.

 

Curiosidade: Varizes internas não existem, é um termo popular para denominar problemas no sistema profundo. Todas as varizes que se apresentam na pele são do sistema venoso superficial e se, apresentarem alguma alteração devem ser investigadas mais a fundo pois podem  indicar uma doença mais grave. 

Quanto mais tempo o sangue fica “parado” coagulado, mais riscos a pessoa corre de apresentar uma inflamação do vaso sanguíneo (flebite) que se não tratado, corre o risco de crescimento do coágulo (trombose).

 

Quer saber quais são os tipos de tratamentos para varizes, em detalhes? Confira

Por isso, mais do que uma preocupação estética, as varizes são um sinal de que o sistema circulatório não vai bem. Recomendamos que, antes que surjam problemas mais graves, procure um cirurgião vascular para a realização do exame clínico e ultrassom das pernas. 

Outras Publicações

A Saúde das pernas

  Inúmeros são os problemas de saúde que podem afetar os membros inferiores. Varizes, trombose, má circulação, inchaços, aterosclerose, entre outros. É sempre bom ficar alerta para

Leia Mais »