Categorias
Sua Saúde

Saiba quais os tipos de Trombose que existem

A Trombose é a formação de um coágulo na corrente sanguínea, impedindo seu fluxo. Divididos em diferentes tipos de trombose, essa é uma doença perigosa, por vezes silenciosa e que pode matar.

Antes de entrarmos no assunto propriamente dito, precisamos entender as causas, os sintomas e os fatores de risco para o surgimento da trombose. Leia com bastante atenção e se necessário, procure um médico vascular o mais rápido possível. 

Mas afinal, o que é Trombose?

A Trombose, como dito anteriormente, é um coágulo de sangue que entope uma veia ou artéria, impedindo que o sangue flua normalmente. 

Na maioria dos casos, a Trombose acontece nos membros inferiores, na perna esquerda ou direita. Muito raramente em ambas as pernas.

Porém, algumas vezes, esse trombo (sangue coagulado) pode se desprender da onde se formou e percorrer caminhos dentro dos vasos sanguíneos, levando a problemas distantes da onde ele se originou. Nas artérias vai levar às Isquemias de membros, acidente vascular cerebral isquêmico e nas veias pode levar a embolia pulmonar. 

A embolia pulmonar é uma das causas mais frequentes de morte súbita.

Quais as causas e fatores de risco da Trombose?

As causas dessa doença estão relacionadas a fatores hereditários, ou seja, quanto maiores forem os casos de Trombose na família, maiores são as chances de ter tal problema. 

Também são fatores de risco, o tabagismo, a obesidade e principalmente, a falta de mobilidade. 

Não é à toa que dizemos que o músculo da panturrilha é o coração das pernas. O sangue que sai do coração, precisa retornar para ser oxigenado novamente e se o percurso dele para voltar é comprometido, as chances de surgir trombose são elevadas.

Além dos fatores citados acima, as varizes, idade avançada, câncer, anticoncepcionais ou tratamentos hormonais, também são facilitadores para o seu surgimento. 

Na parte arterial, a formação das placas de gordura propiciam o aparecimento da trombose arterial. 

Quais os sintomas e quando procurar o médico?

É muito difícil saber com precisão quando é o momento de procurar o médico. Afinal, essa complicação é imprevisível na maioria dos casos. 

Todavia, há alguns sinais que indicam urgência para procurar auxílio médico. São eles:

  • Cansaço e sensação de peso nas pernas
  • Vermelhidão
  • Calor e dor súbita nas pernas
  • Sensação de endurecimento na região do trombo

Tipos de Trombose

Agora vamos falar sobre os diferentes tipos de trombose que existem.

Classificadas entre venosas e arteriais, as tromboses também podem ser agudas ou crônicas. 

No caso da trombose aguda, ela pode ser resolvida naturalmente pelo próprio corpo humano, principalmente quando há formação de trombos bem pequenos.  O nosso organismo é incrível e inteligente, portanto, em alguns dos casos, o próprio corpo o dissolve e elimina sem nem percebermos. 

No entanto, este processo pode gerar lesões no interior das paredes das veias e artérias, que ficam fragilizadas, com suas válvulas danificadas, facilitando assim o surgimento de novos trombos, ou seja, a versão crônica dessa infeliz doença.

Assim também podem surgir, as varizes, os inchaços e o escurecimento da pele. 

Lembra que falamos que o coágulo pode viajar pelo corpo humano e alojar-se nos pulmões ou outros órgãos vitais e tecidos? Então, geralmente são eles:

  • Pulmão
  • Coração
  • Cérebro
  • Intestino
  • Membros 

Embolia Pulmonar

A embolia pulmonar ocorre quando um coágulo sanguíneo bloqueia a entrada de sangue do pulmão. 

Este coágulo, na maioria das vezes vem das pernas silenciosamente e quando o paciente sente as complicações, já pode ser tarde demais. 

A sua gravidade está intimamente relacionada ao tamanho do trombo. Sendo seu tratamento imediatamente iniciado com auxílio respiratório e remédios que evitam o surgimento de novos coágulos e que dissolvam aquele. 

Os sintomas da embolia pulmonar são:
Súbita falta de ar

  • Dor no peito ao respirar
  • Palpitações
  • Tosse seca
  • Ansiedade 
  • Palidez

No caso de suspeita de embolia pulmonar, é imprescindível que o paciente procure o médico cirurgião vascular imediatamente.

Infarto

O infarto pode acontecer em qualquer lugar do corpo. Você sabia disso?

O significado dessa palavra, infarto, diz respeito ao bloqueio do fluxo de sangue naquele músculo. Quando ocorre no coração, recebe o nome de ataque cardíaco, infarto do miocárdio ou infarto agudo do miocárdio (quando ocorre subitamente). 

O sangue, que carrega os nutrientes, oxigênio e proteínas é impedido de continuar seu caminho, provocando uma série de sintomas, na maioria das vezes, fatais. 

Uma das grandes causas por trás do infarto é a aterosclerose, que compromete com placas de gordura o caminho pelo qual o sangue transita.

Os sintomas mais comuns, são:

  • Dor aguda no peito que pode irradiar para os braços, costas e mandíbula.
  • Desmaio
  • Fraqueza
  • Tontura
  • Suor frio

 Trombose Cerebral

Quando o trombo atinge o cérebro, nós o conhecemos por Acidente Vascular Cerebral Isquêmico (AVCI), que em suma, é a falta de sangue no órgão devido a uma obstrução na artéria. 

Seus sintomas são:

  • Dor de cabeça intensa e falhas na visão
  • Paralisia e formigamento em um lado do corpo
  • Fala incompreensível e boca torta
  • Tontura e perda de equilíbrio

Quando o paciente sente o conjunto destes sintomas, deve buscar auxílio médico imediatamente pois, é possível ter cura com probabilidade de graves sequelas mas, se na primeira hora o atendimento é realizado, as chances de sequelas graves são minimizadas. 

Trombose Renal

Os rins também podem ser lesionados por trombos.

Nos adultos, dificilmente haverão sintomas na região, porém, o perigo está no trânsito deste coágulo para os pulmões. Nas crianças e em alguns adultos, podem surgir alterações na urina com a cor ou presença de sangue, dores nas costas e nos quadris. 

O diagnóstico é geralmente feito com o exame Doppler. 

Como fazer para evitar?

As tromboses são, na maioria das vezes, consequência de maus hábitos de alimentação, ausência de exercícios físicos e vícios que provocam malefícios ao organismo. 

Mover-se constantemente nos intervalos de trabalho, auxilia na movimentação do sangue. 

O grande perigo que provoca o surgimento de tromboses é a falta de movimentação, em outras palavras, o sedentarismo. 

Mova-se, alimente-se bem e procure o médico para que se o desafio de enfrentar uma trombose surgir, você possa ter defender sua vida.