Categorias
Sua Saúde

O que é úlcera venosa?

Surgiu uma ferida na perna que você não sabe de onde veio? Pode ser uma úlcera venosa

Agora, o que é úlcera venosa? Continue lendo este artigo e descubra. 

Hipertensão, diabetes e colesterol alto são os principais fatores que favorecem o surgimento dessas feridas e elas não são doenças em si, mas são sinais de que algo não vai muito bem.

O que é, afinal, uma úlcera venosa?

São feridas (lesões) que surgem geralmente após pequenos traumas, mas podem ser espontâneos, na região das canelas e tornozelos após rompimento da pele, fina, que está sobre uma veia doente, ou fragilizada pela insuficiência venosa.

Essas feridas não costumam doer na hora mas, podem vir acompanhadas de outros sintomas e indicar sérios problemas de saúde.

Qual a diferença entre úlcera venosa e úlcera arterial?

Um pouco mais grave e preocupante, a úlcera arterial se difere da úlcera venosa pela sua gravidade e local de surgimento. 

Apesar de as feridas surgirem quase na mesma região, elas se diferenciam por poderem afetar também a ponta dos dedos.

A profundidade da úlcera arterial, ou seja, o fato de ela surgir de um entupimento na artéria é o principal fator preocupante, pois pode significar o amputamento do membro se não houver o tratamento adequado.

Como surge a úlcera venosa?

Essas feridas costumam surgir perto dos pés, na região dos tornozelos e estão intimamente relacionadas com as insuficiências venosas. 

Em resumo, a insuficiência venosa surge quando um ou dois dos importantes mecanismos de circulação do sangue se comprometem, seja pela obstrução das paredes das veias ou pela incapacidade das válvulas de controlar o refluxo venoso. 

Saiba mais

A úlcera venosa, portanto, na maioria das vezes, surgem sem dor e não cicatrizam com rapidez e ainda aumentam de tamanho com o passar do tempo, o que pode assustar muitas pessoas. 

A má circulação do sangue dificulta o retorno venoso e, ao acumular-se nas canelas, qualquer trauma ou impulso na pele que fica fina, provoca a ferida. 

Quais os sintomas da úlcera venosa?

Já falamos ali em cima que na maioria dos casos, esse tipo de ferida não provoca dor mas, geralmente, ele é acompanhado por inchaço nos membros inferiores e também uma sensação de peso.

Varizes também podem surgir e as dores relacionadas diminuem com o uso de meias de compressão e elevação das pernas. 

Além dos sintomas acima, é possível perceber na úlcera venosa um escurecimento da pele ao redor da ferida e coceira.

A úlcera venosa tem cura?

Sim, mas pode durar meses o tratamento, justamente pela dificuldade em cicatrização das feridas e outros fatores que influenciam suas complicações, como por exemplo, o diabetes.

Qual o tratamento para úlcera venosa?

O tratamento da úlcera venosa consiste em curativos específicos para as feridas e medicamentos orais para o auxílio para o fechamento das feridas.

Meias de compressão auxiliam no retorno venoso, e além do mais, cirurgia de varizes ou tratamento com espuma, também possui efeito positivo na cura da úlcera.

Outro tratamento que pode ser utilizado é a bota de Unna, que é um curativo composto por óxido de zinco, glicerina e gelatina envolto por ataduras. 

É muito usada por ter um custo benefício agradável ao bolso e se recomendada pelo médico, pode ser utilizada é trocada uma ou duas vezes na semana, dependendo da intensidade da ferida e das condições prévias do paciente.

Bandagens e curativos com mais de 4 camadas também auxiliam no tratamento. Este tipo de tratamento deve ser realizado com os membros sem inchaço para que possa ser escolhido o tamanho adequado.

A Saúde das Pernas

Como prevenir?

A prevenção da úlcera venosa acontece da seguinte forma: combater a obesidade, evitar o consumo de álcool e frituras em excesso, não fumar e beber bastante água. 

É importante também diminuir o consumo de alimentos ricos em sódio e ultraprocessados. 

Caminhadas regulares e dormir com os pés elevados, cerca de 15 cm, para facilitar o retorno venoso, também são de grande ajuda. 

Outro ponto importante que auxilia na prevenção é o uso de sapatos adequados, não muito apertados e nem muito folgados, a correta higiene dos pés e a manutenção dos níveis de colesterol e controle de diabetes proporcionam que essas feridas demorem a surgir ou, nos melhores cenários, nem apareçam. 

Vale a pena lembrar também que ficar muito tempo sentado ou muito tempo em pé, dificulta o retorno do sangue pois, o músculo da panturrilha precisa ser estimulado para que o sangue não se acumule. 

Isso também ajuda a não sobrecarregar as válvulas das veias. Nosso corpo é uma máquina inteligente que luta contra a força da gravidade mas, sozinha, ela não consegue. Precisamos sempre nos mover!

Beber pelo menos 2 litros de água por dia é o recomendado não somente para nutrir o corpo como também para evitar as complicações das úlceras.

É contagiosa?

De forma alguma! É normal nos sentirmos com medo do que as pessoas irão falar se virem uma ferida como a que a úlcera venosa provoca, mas ela de forma alguma é contagiosa.

O que a úlcera é, por vezes, é hereditária. Ou seja, se alguém da minha família possui ou já teve uma ferida como essa, minhas chances de também ter são maiores. 

O que fazer?

Percebeu o surgimento de uma úlcera e não sabe o que fazer? Primeiramente, calma e sabedoria. 

Segundo, agende uma consulta com o médico vascular e conte sobre o ocorrido, a quanto tempo surgiu e os seus sintomas. 

No consultório, ele vai analisar a ferida e indicar os exames necessários para descobrir sua origem. 

Feito isso, o tratamento com os remédios tópicos, orais e bandagens serão recomendados exclusivamente para o seu caso. 

Manter a ferida limpa é essencial, elevar os pés e não ficar parado também. 

Quando feridas assim surgem, o nosso primeiro impulso é ficarmos quietos, pois entendem que quanto mais o sangue circular, mais benefícios você terá para o seu corpo.

Por isso, todo cuidado é pouco. Sem desespero, viu?

E aí? Gostou do conteúdo? Conseguimos responder algumas de suas dúvidas? 

Esperamos que sim! Qualquer coisa, agenda uma consulta conosco. Nosso contato está disponível na aba atendimento, aqui mesmo no site.

Cuide da sua saúde hoje mesmo!