Categorias
Sua Saúde

O que é flebite e como tratar?

Flebite é a inflamação aguda que acontece nas paredes das veias, na ausência de trombo (coágulo). Várias causas estão associadas ao aparecimento deste problema que leva ao endurecimento das veias, facilitando o acúmulo de plaquetas, provocando assim a Tromboflebite. 

A Tromboflebite é uma flebite com presença de coágulo no interior da veia que apresenta inflamação devido a liberação de substâncias pelo coágulo. 

As flebites e tromboflebites podem ocorrer nas veias do sistema venoso superficial (localizadas logo abaixo da pele) tanto quanto no sistema venoso profundo (localizada nos músculos e próximas aos ossos).

É caracterizada por provocar dor, inchaço, dificuldade de caminhar e febre. 

Quando acomete uma veia superficial, ela fica sobressaltada e apresenta vermelhidão no trajeto. Neste caso, é preciso procurar um médico com urgência, pois o coágulo da tromboflebite pode progredir com trombose venosa profunda ou evoluir para embolia pulmonar. 

Quais as causas dessa doença?

A flebite e tromboflebite podem ser desencadeadas por várias causas como; a diminuição do fluxo sanguíneo, danos locais, mudanças na composição do sangue e substâncias químicas. Além disso, varizes e infecções bacterianas causadas por injeções intravenosas (aplicação de soros, vacinas, etc) estão por trás do surgimento dessa inflamação. 

Pessoas com varizes, acima do peso, que passam por internações hospitalares, portadoras de trombofilias, sedentárias ou que ficam muito tempo em apenas uma posição (acamadas, trabalhando ou viajando longos períodos sentadas) estão mais predispostas.

flebite - Dr. Bruno Carvalho Angilogia e Cirurgião Vascular

Quais são os sintomas?

 

Membro inchado, vermelhidão, dor, calor local e por vezes febre, são os sinais e sintomas mais comuns. Esta inflamação, quando superficial, pode causar a sensação de “cordão” endurecido abaixo da pele com dor e ardor.

Em alguns casos, o trombo (coágulo de sangue), pode migrar para uma veia mais profunda ou para o pulmão, causando uma patológica conhecida como embolia.

O que é embolia? É o bloqueio de um vaso sanguíneo. As embolias possuem vários tipos, são eles: Pulmonar, cerebral, gordurosa, gasosa, amniótica, séptica e retiniana. 

Você também pode se interessar: Saiba o que causa varizes nas pernas 

  

 

Quais são os tipos de flebite?

 

As flebites podem se distribuir basicamente em dois grupos, as provocadas por causas químicas ou físicas.

Na flebite química, ocorre inflamação da parede da veia por alguma substância. O coágulo ali dentro pode liberar essa substância, porém a maioria dos casos ocorrem devido a injeções intravenosas, relacionadas às características do remédio.

Na flebite física, ocorre alteração da parede por um trauma externo ou interno causado pelos cateteres ou agulhas introduzidas dentro da veia.

Como é feito o diagnóstico?

 

O diagnóstico é realizado através de exame da região acometida e sinais e sintomas relatados, assim podendo-se definir o tipo de flebite ou tromboflebite. Em alguns casos há a necessidade de realizar um doppler venoso como exame complementar.

 

Como é realizado o tratamento?

 

A inflamação costuma passar naturalmente após alguns dias de tratamento com antiinflamatórios, medicamento a base de heparina, repouso com braços ou pernas acima do nível do coração e compressas com panos úmidos e quentes nas regiões afetadas. 

Meias elásticas, caminhadas regulares e em alguns casos anticoagulantes podem ser receitados pelo seu médico. 

Nos casos de Tromboflebite profunda ou Trombose venosa profunda, o médico poderá receitar anticoagulantes para que o trombo se dissolva e não provoque embolias. Em raros casos, será necessário a realização de procedimento cirúrgico. 

Em casos muito graves de trombose venosa, pode ser necessária a aplicação de dois métodos: uso dos trombolíticos, que são medicamentos injetados diretamente na veia com coágulo, para que o mesmo seja desfeito e filtros de veia cava, que são utilizados para evitar que o trombo se movimente e provoque a embolia pulmonar.

 

Como prevenir essa doença?

 

Cuidados com a alimentação podem ajudar a diminuir a pressão nos vasos sanguíneos, no coração, rins e fígado. Menos ingestão de sódio, cafeína e bebidas alcoólicas controlam a pressão arterial e evita que estes órgãos se sobrecarreguem. 

Exercícios físicos regulares são importantes, assim como mover-se sempre que possível em viagens longas ou rotinas de trabalho onde se fica muito tempo em uma mesma posição. 

É recomendável também que a hidratação esteja em dia, afinal, a água  facilita a desagregação plaquetária e diminui as chances da formação de trombos nas paredes das veias. 

Ao tomar injeções, medicações na veia, todas as recomendações devem ser seguidas para que se evite a inflamação.

É importante ressaltar também que caso você possua histórico de pessoas com trombose na família, a ida ao médico especializado deve estar inclusa na agenda de consultas de rotina. 

Esta inflamação na parede dos vasos sanguíneos pode evoluir para uma doença mais grave e complicada que se não tratada com antecedência pode causar a morte. Portanto, todo cuidado é pouco. Caso apareçam os sinais e sintomas nos seus membros inferiores, superiores ou até mesmo o  pescoço, procure o médico especializado. 

A sua saúde agradece. 

Descubra mais sobre esta especialidade: O que é Angiologia – Dr Bruno responde